Arquivo de fevereiro \21\UTC 2010

Dilma e Dirceu

Por Elizânio Silva

O Partido dos Trabalhadores oficializou ontem, no congresso realizado pela legenda em Brasília, a pré-candidatura da ‘toda poderosa’ Dilma Roussef à presidência da República.

Além disso, o evento marcou o retorno do mensaleiro e ex-deputado federal cassado José Dirceu, que voltará a ocupar um posto de comando no partido.

O dia de ontem é histórico para o PT. Oficializou Dilma como pré-candidata podendo entrar para a história, caso vença a eleição de outubro, como a primeira mulher a governar o Brasil.

Mas o que mais me chamou a atenção é o retorno de José Dirceu. Ele foi acusado de comandar o esquema de compra de votos – mensalão – de parlamentares para votarem a favor do governo na Câmara.

Ao referendar seu retorno ao partido, os petistas assinam a carta de que a corrupção vale a pena. Permitir que esse senhor retorne à cena política, é dizer a sociedade brasileira que o Partido dos Trabalhadores compactua com as artimanhas comandadas por Dirceu enquanto comandou a Casa Civil no governo Lula.

Todos sabem que José Dirceu não é santo, aliás, sabemos agora que o PT não é aquele poço de honestidade que se imaginava, não são os donos da verdade, não são os ‘mocinhos’ que pareciam ser, ao contrário, o governo do PT foi um dos mais corruptos da história do país e manter esse povo no poder e assinar a sentença de morte.

Piada!

Dilma foi a uma escola conversar com as criancinhas, acompanhada de uma comitiva.

Depois de apresentar todas as maravilhosas propostas para seu governo (se eleita), disse às criancinhas que iria responder perguntas.

Uma das crianças levantou a mão e Dilma perguntou:

– Qual é o seu nome, meu filho?

– Paulinho.

– E qual é a sua pergunta?

– Eu tenho três perguntas.

– A primeira é “Onde estão os milhões de empregos prometidos na campanha presidencial passada?”

– A segunda é “Quem matou o Prefeito Celso Daniel?”

– E a terceira é “A senhora sabia dos escândalos do mensalão ou não?”.

Dilma fica desnorteada, mas neste momento a campainha para o recreio toca e ela aproveita e diz que continuará a responder depois do recreio.

Após o recreio, Dilma diz:

– OK, onde estávamos? Acho que eu ia responder perguntas. Quem tem perguntas?

Um outro garotinho levanta a mão e Dilma aponta para ele.

– Pode perguntar, meu filho.

– Como é seu nome?

– Joãozinho, e tenho cinco perguntas:

– A primeira é “Onde estão os milhões de empregos prometidos na campanha
presidencial passada?”

– A segunda é “Quem matou o Prefeito Celso Daniel?”

– A terceira é “A senhora sabia dos escândalos do mensalão ou não?”

– A quarta é “Porque o sino do recreio tocou meia hora mais cedo?”.

– A quinta é “Cadê o Paulinho?”

Frase do dia

“Mensalão para mim não é corrupção, é financiamento de campanha com caixa 2”.

José Dirceu, deputado federal cassado no processo do Mensalão e foi Ministro da Casa Civil no primeiro governo Lula e

Charge – Néo

Carnaval!

Frase do dia

“Pode escrever aí: Ciro Gomes não concorda com a articulação do Zé Dirceu (que está fechando alianças para os petistas nos estados). Isso é coisa golpista. Quando Lula foi acusado de tráfico de influência, o Zé Dirceu era presidente do PT e abriu inquérito contra Lula na comissão de ética do partido para apurar as relações dele com o compadre Roberto Teixeira. Ele quis acabar com o Lula lá atrás. Estava decidido a destruir o Lula, era um trabalho para liquidar o Lula”.

Ciro Gomes, deputado federal (PSB-CE) e pré-candidato à presidência em entrevista ao jornal O Estado de São Paulo

BC lança nova família de notas do real em tamanhos diferentes

LORENNA RODRIGUES
da Folha Online, em Brasília

O Banco Central lança nesta quarta-feira a segunda família de cédulas do real. As novas notas mantiveram as mesmas cores das antigas e os mesmos animais. Os tamanhos serão diferentes, a de R$ 2 é a menor, a de R$ 5 um pouco maior, e assim sucessivamente, a exemplo do euro.

A nova série de notas entrará em circulação gradualmente até 2012, mas as notas em circulação continuarão a valer até a substituição integral.

A frente da cédula, porém, está visualmente mais limpa, mantida a efígie da República. A cédula ganhou, do lado direito, uma faixa com o valor da nota escrito e, do lado esquerdo, um grafismo com figuras do habitat de cada animal – a nota de R$ 100, por exemplo, que tem uma garoupa verso, ganhou na frente figuras que remetem ao mar.

No verso, as figuras de animais foram modificadas e estão agora na horizontal. A nota de R$ 50, por exemplo, traz a mesma figura da onça pintada, agora deitada sobre uma pedra.

As notas ganharam também novos itens de segurança. As notas de R$ 50 e R$ 100 começam a circular já no primeiro semestre. O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, e o ministro da Fazenda, Guido Mantega, darão entrevista coletiva às 12h para explicar as mudanças.

Imagens: Divulgação