Escolhas!

Que não se lembra do padre Dalcides da Canção Nova? Pois é hoje ele não é mais padre, há alguns anos deixou o sacerdócio para volta à vida de leigo. Dalcides casou-se com a jornalista da TV Globo, Mariana Godoy, tornou-se professor universitário e pai de família.

Recentemente o ex-padre lançou o livro ‘A vida é feita de escolhas’. Publicado pela editora Loyola o livro é uma verdadeira lição de vida, de discernimento e mais do que isso, um grande aprendizado para qualquer pessoa que queira tomar uma decisão importante na vida.

Com o prefácio escrito por Gabriel Chalita, amigo do autor e atual deputado federal, a publicação é objetivo e de fácil leitura. Além de muito bem escrito o livro é recomendando por grandes nomes do jornalismo brasileiro como Chico Pinheiro, Evaristo Costa e Fabiana Scaranzi. O padre Fábio de Melo também referenda a obra que já é um sucesso de vendas.

Recomendo a leitura para todos de todas as idades, afinal ler também é um exercício.

Metade de patrimônio declarado por novos congressistas está na mão de apenas dez parlamentares, diz site

Da Agência O Globo

RIO – Os 567 parlamentares empossados nesta terça-feira na Câmara e no Senado declararam à Justiça Eleitoral ter um patrimônio total de R$ 1,6 bilhão. Do montante, R$ 792 milhões estão em nome de apenas uma dezena de congressistas. Ou seja: metade de todo o patrimônio declarado pelos deputados e senadores está nas mãos de apenas 2% dos eleitos em outubro para as duas Casas. ( Qual deve ser a prioridade do novo Congresso? Vote )

O site Congresso em Foco com base em informações prestadas pelos então candidatos à Justiça eleitoral. Cada parlamentar declarou possuir, em média, R$ 2,9 milhões em imóveis, empresas, fazendas, veículos, objetos de arte, dinheiro em espécie e aplicações financeiras, entre outros bens.

Alagoas, estado com pior índice de desenvolvimento humano (IDH) e com uma das menores rendas per capita do país, tem como representante o homem mais rico do Congresso: o deputado João Lyra (PTB-AL), que tem uma fortuna declarada de R$ 240,39 milhões.

Lyra é dono de um império que reúne mais de dez grandes empresas no estado – incluindo usinas sucroalcooleiras, fábrica de fertilizantes, empresas de táxi aéreo, de comunicação e concessionária de veículos.

O senador Blairo Maggi (PR-MT) fica em segundo lugar na lista, com um patrimônio de R$ 152,470 milhões. Ex-governador de Mato Grosso, o parlamentar é proprietário do Grupo Amaggi, um dos maiores exportadores de soja do Brasil. Chegou a ser considerado o maior produtor individual do produto no mundo, responsável por 5% da produção anual do grão brasileiro.

O terceiro mais rico também tem fortes ligações com o agronegócio. Reeleito para o segundo mandato consecutivo, o deputado Alfredo Kaefer (PSDB-PR) informou ter R$ 95,7 milhões em bens. Mais da metade da riqueza do paranaense tem como origem cotas da Diplomata Industrial e Comercial, uma das maiores produtoras de aves para abate do país.

Confira a lista dos dez mais ricos, segundo dados do Congresso em Foco:

1 – Deputado João Lyra (PTB-AL) – R$ 240.395.155,75

2 – Senador Blairo Maggi (PR-MT) – R$ 152.470.034,00

3 – Deputado Alfredo Kaefer (PSDB-PR) – R$ 95.728.260,00

4 – Deputado Newton Cardoso (PMDB-MG) – R$ 77.956.890,08

5 – Deputado Sandro Mabel (PR-GO) – R$ 70.992.163,06

6 – Deputado Paulo Maluf (PP-SP) – R$ 39.480.780,96

7 – Senador Eunício (PMDB-CE) – R$ 36.737.673,19

8- Deputado Reinaldo Azambuja (PSDB-MS) – R$ 31.907.723,00

9 – Senador Ivo Cassol (PP-RO) – R$ 29.874.832,00

10 – Senador Eduardo Braga (PMDB-AM) – R$ 16.487.003,64

 

Foto oficial de Dilma

Foi divulgada nesta sexta-feira pela Secretaria de Comunicação da Presidência da República a foto oficial da presidente Dilma Roussef.

Foto: Roberto Stuckert Filho

José Alencar: ele sim é o cara!

Por Elizânio Silva

Para quem gosta de uma boa história, de uma biografia interessante, com um enredo cheio de ‘causos’  o livro “José Alencar Amor à Vida – A Saga de um brasileiro” escrito por Eliane Cantanhêde, é uma boa opção de leitura.

A história de José Alencar, ex-vice-presidente da república, que se tornou o ícone brasileiro na luta contra o câncer, tem a sua biografia minuciosamente contata pela jornalista.

O menino de origem pobre que se tornou um importante empresário e tempos mais tarde chegou ao segundo cargo mais influente da República, é um exemplo de que a honestidade e perseverança são fundamentais para o sucesso na vida.  

Charge – Néo

Alckmin confirma Emanuel Fernandes no Planejamento e Calabi na Fazenda

DANIELA LIMA
DE SÃO PAULO

O governador eleito de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), confirmou nesta segunda-feira a indicação de mais três nomes para seu secretariado.

Conforme a Folha antecipou, o deputado federal Emanuel Fernandes (PSDB-SP) irá assumir a Secretaria de Planejamento. Já a Secretaria de Fazenda será comandada pelo economista Andrea Calabi.

Alckmin também anunciou Elival da Silva Ramos à frente da Procuradoria-Geral do Estado.

O governador eleito ainda não definiu nomes para pastas chaves, como Educação e Segurança. Alckmin disse, no entanto, que não terá pressa. “Ela é inimiga da perfeição”, afirmou.

Há, porém, expectativa de que na sexta-feira o tucano anuncie mais nomes.

Do site da FolhaOnline

Goldman confirma anúncio de Emanuel Fernandes no Planejamento e Calabi na Fazenda

Catia Seabra de São Paulo

O governador de São Paulo, Alberto Goldman, foi informado por emissários do governador eleito, Geraldo Alckmin (PSDB), sobre a escolha dos futuros secretários de Fazenda e Planejamento. A informação foi antecipada pelo “Painel” da Folha nesta segunda-feira.

Segundo Goldman, Emanuel Fernandes será anunciado hoje para a Secretaria de Planejamento ao lado de Andrea Calabi, que ocupará a Fazenda. Ex-prefeito de São José dos Campos, Fernandes foi titular da Habitação entre 2005 e 2006. Ele se reunirá às 15h com Alckmin na sede da transição.

“São dois bons nomes”, elogiou Goldman.

Calabi confirmou à Folha ter sido escolhido para o cargo. O economista, que ocupou a pasta do Planejamento na gestão anterior do tucano em São Paulo, foi também presidente do BNDES e do Banco do Brasil no governo de Fernando Henrique Cardoso.

Também deve ser anunciado hoje o nome de Elival da Silva Ramos para a Procuradoria-Geral do Estado.

Com isso, chegarão a dez os nomes já formalizados para o primeiro escalão paulista. Os outros sete são Giovanni Cerri (Saúde), Linamara Battistela (Pessoa com Deficiência), Admir Gervásio (Casa Militar), Sidney Beraldo (Casa Civil), Saulo de Castro Abreu Filho (Transportes), Jurandir Fernandes (Transportes Metropolitanos) e Guilherme Afif Domingos (Desenvolvimento).

Do Site da FolhaOnline